10 julho 2014

CorelDraw X Arquivo Corrompido Não Abre - Como Evitar a Perda de Suas Artes em CDR #01

10.7.14

CorelDraw X Arquivo Corrompido Não Abre - Como Evitar a Perda de Suas Artes em CDR #01

Meu arquivos corrompeu, não está mais abrindo!O que pode ter acontecido? E porque? Estas são algumas das pergunta mais intrigante dos usuários do CorelDraw!

- Você está com seu arquivo de CorelDraw quase pronto e de repente, ele não abre mais! O que posso fazer para evitar que isso aconteça com minhas artes criadas em CorelDraw?

Muitos de nossos leitores, de vez em quando, me enviam arquivos corrompidos, aqueles malditos arquivos que não abrem mais, nem com reza brava!


Veja este gráfico das incidência só aqui em meus e-mails e apenas de 2011 à 2014

Tenho todos guardados bem aqui, muitos recuperados, mas outros não. Acompanhe a movimentação.

De 2011 à 2014 ,o ano de 2013 se destaca, pois tivemos muitos pedidos de recuperação e ajuda! 
Em Outubro de 2013 a incidência foi maior e as recuperações também.
Em Março de 2014 a incidência crescer, mas com menos recuperações, deviso aos  recursos usados!

Obtive sucesso em 103 arquivos dos 149 recebidos neste período. A grande maioria teve seu erro registrado no final da edição, segundo os leitores quando estava quase lá para a entrega aos seus clientes!

É isso mesmo, muitos arquivos se corrompem bem próximo a sua finalização, seja por motivos aparentes ou não. Quando aparentes melhor, quando temos o conhecimento e ferramentas necessárias para resolver fica mais fácil ainda, mas, nem sempre é visível, em alguns casos impossíveis de serem recuperados.

Aqui no Site mesmo temos um post com uma DICA de programa para a recuperação dos arquivos, mas nem sempre ele é o suficiente, as vezes já é tarde demais, ou apenas impossível mesmo! Confira! Recupere seus arquivos .cdr corrompidos com Recovery Toolbox for CorelDraw

E porque os arquivos se Corrompem?

Por uma infinidade de fatores!
Uma bem conhecida de todos é o operador. Isso, nós mesmos!

Outro é bem lógico e é o fator 0 e 1, a lógica de tudo na informática para o funcionamento perfeito de tudo. Quando provocada uma distorção, incompatibilidade ou erro nos cálculos, além de falha na gravação dos dados, já era. Qualquer arquivo, seja do programa que for, terá algum bug possível caso isso aconteça. 

Como assim Zero e UM?
Tudo na informática depende deste 0 e do 1, a fórmula binária para processar informação é a lógica mais simples e ao mesmo tempo a mais complexa da computação e é a base para dar certo (1) ou dar Errado (0) ou vice verso, Certo (0) errado (1).

Introdução à Informática Prof. Roberto Cabral de Mello Borges

Considerando que o CorelDraw é um programa, feito logicamente com estes mesmo padrões de 1 e 0 e com os agravantes de ser um programa multi-tarefa, multi-páginas, multi-ferramentas e uni-sistema, o (burr - Windows) e tendo o Software uma infinidade de possibilidades na área de criação gráfica, muitas coisas boas e ruins podem acontecer.

É primordial ter um sistema e configurações adequadas para cada versão do CorelDraw, conforme documentação fornecida pelo fabricante..

Gerenciamento de Camadas e Objetos Sempre é a melhor dica em se tratando de CorelDraw!

É conveniente que ele dependa de uma [lógica de organização], assim como na criação de um site com diferentes recursos, páginas e linguagens ou na criação de uma animação 3D com frames, layer e mais layers.

Segundo esta lógica de organização, eliminamos muitos dos prováveis gatilhos para os erros de leitura dos arquivos. As páginas e camadas nos dão a possibilidade de organizar de forma rápida e fácil os elementos que compõem nossa criação, seja ela no PhotoShop, Blender, 3D Max, Ilustrator, AdobeFlash ou CorelPhotoPaint.

Mas apenas organizando as camadas (layers) do meu arquivo garante que não dará mais erros?

Não, apenas isso não garante que ele não terá mais problemas no futuro, mas já elimina muitas das possibilidades de isso ocorrer.

Além deste pequeno gesto de organização, temos que nos ater a outros fatores, e são eles os seguintes:

1 - Nós truncados, excessivos, em grande quantidade e desnecessários para a peça vetorial em questão. 

Os nós são responsáveis por uma fatia considerável dos arquivos que são corrompidos, eles podem causar um infinidade de erros em seus arquivos, quando não administrados de forma adequada.

Eu já peguei umas 5 mil artes com o Famosos Power Trace.
Você nunca se deparou com um arquivos RASTER, que alguém lhe enviou dizendo que era um vetor? E você copiou / importou este mesmo Raster para sua arte e que, já era complexa e pesada? Depois seu arquivo simplesmente não abriu mais! Já passou por isso?


Não sabe o que é RASTER ou Power Trace? 
A Imagem a seguir em ARAMADO SIMPLES mostra a quantidade de nós que um Raster pode ter em comparação com um vetor! 

Para Otimizar a visualização dos nós você pode utilizar a  também a Macro CDR Tuning 1.5 que está na DICA BÔNUS do post (Os Segredos da Ferramenta Bézier no CorelDraw X6) Uma vídeo aula que você não pode deixar de assistir também!

2 - Raster ou PowerTrace é a técnica usada por muitos usuários de CorelDraw afim de garantir, digamos assim, a velocidade na "vetorização" / Vide: Rasterização, de uma peça que não era um vetor e sim, uma imagem, um (bitmap). 

Em 1992  com o lançamento da terceira versão do CorelDRAW, e eu já estava debulhando ele com farinha. Foram incluídas o CorelPHOTO-PAINT (para edição de imagens bitmap), CorelSHOW (para criação de apresentações on-screen), CorelCHART (para tabelas gráficas), Mosaic e o tal em questão CorelTRACE (para "vetorização" de bitmaps). Agora conhecido como Rastrear Bitmaps. (ou Power Trace / Raster) Saiba mais aqui.em História da Corel (por Mundo das Marcas).

A inclusão destes softwares originou a verdadeira suíte gráfica da Corel, sendo que até hoje, esta ferramenta se encontra no CorelDraw, atualmente agregada ao programa CorelDraw e muito utilizada em criações no método "RAPIDEX". tipo, pra ontem!

Nada contra o Raster, já até falei sobre uma ferramenta que faz isso, ainda melhor que o CorelDraw aqui no Blog, mas muitos dos arquivos que recebo corrompidos aqui, apresentam peças criadas com com o POWER TRACE, sim ferramenta, pois agora não é um programa em separado, e sim, parte integrante do CorelDraw.

Ele possui uma Caixa de diálogo complementar de opções avançadas para um melhor rastreio ou rasterização das imagens, contendo controles de quantidades de cores, aperfeiçoamentos e edição dos detalhes em tempo real.
(imagem Caixa de Diálogo PowerTrace - Raster) Note a Diferença nos Detalhes.

Estas melhorias não foram agregadas atoa, pois são na verdade uma forma de diminuir os possíveis erros com as peças criadas com esta ferramenta. Sendo assim é melhor, em muitos dos casos, você criar a peça ao invés de usar este recurso.

Não que ele seja ruim, muito pelo contrário, mas é sim necessário conhecimentos além da criação e exposição de objetos sobre uma página em branco.

E porque o Power Trace em Bitmaps pode causar problemas?

Este recurso deve ser usado com coerência e devidos cuidados, pois sua utilização frequente ou em demasia em um mesmo arquivo, pode acarretar em perda total ou parcial do arquivo em construção.

Além dos pontos (nós) excedentes no "vetor" raster, os pontos ou nós, como preferir, são aleatoriamente calculados e colocados pela ferramenta em posições que, nem sempre nos permitem a limpeza, ou na grande maioria dos casos, os usuários sequer se importam com a quantidade de nós que o arquivo irá ficar. Muitos, sequer se preocupam com o tamanho físico em M.Bits do arquivo na finalização do mesmo.

3 - Limitar a quantidade de nós em uma arte rasterizada pode melhorar em muito o peso do arquivo e diminuir consideravelmente as possibilidades de erros no futuro. Assim como agrupar as peças rasterizadas e soldar/combinar as peças que possuem as mesmas cores! 

Nas opção da ferramenta raster, você pode agrupar apenas as mesmas cores, e você pode manter esta opção e depois desagrupar e soldar os objetos na edição final. A menos que estejam em níveis diferentes da camada.

Camadas (edição de imagem digital) Imagem: Link Wikpidia layers)

O que mais pode corromper meus arquivos de CorelDraw?

4 - Os PowerClips é responsáveis diretos por ao menos 6% dos arquivos corrompidos que recebo para consertar ou tentar salvar.

O PowerClip também é um dos recursos mais usados em CorelDraw, ele facilita em muito a edição das artes e a composição de diferentes formas para se trabalhar com imagens, preenchimentos com bitmaps ou mesmo vetores. 

Com o PowerClip você pode recortar o fundo de uma imagens, esconder partes indesejadas e aplicar efeitos bem legais em textos de forma agradável e intuitiva.

O problema é o excesso desta técnica em uma mesma peça (objetos) ou num conjunto de peças de uma mesma arte e múltiplas páginas, por exemplo, podem sim causar inúmeras dores de cabeça para seu construtor (artista). Como Power Clip dentro de Power Clips e mais outros e outros.

Nunca pegou nada parecido com isso para finalizar? Você é uma pessoa de sorte! rsrsr

Se você não tiver cuidado com a quantidade e o com os objetos que serão "inseridos" dentro de Power Clip, como imagens muito pesadas, com mais de 300 DPIs ou até mesmo, vetores RASTER lotados de nós, ele, possivelmente será um power clip problemático.

A menos que você vá editar novamente estes Power Clips, converta-os para bitmaps com 300 DPIs e salve em duas versões, uma editável e outra não editável. Também é bom salvar em mais de uma versão do Software, por vias das dúvidas.

Obs: Em CorelDraw X7 há de se dar atenção ao novos recursos, como a distorção, transparências e preenchimentos especias. Caso a arte em X7 possua elementos incompatíveis com a versão anteriores, no caso, X6/X5/X4/X3 e as demais versões, sem o "supersticioso" (X). Estes serão convertidos para bitmaps e só manterão a aparência, não serão mais editáveis. Só como Bitmaps mesmo. 

E as Camadas também podem causar problemas no arquivo?

As camadas, sem sombra de dúvida, são a melhor forma para se controlar elementos em páginas ou mesmo fora delas. Conforme visto no vídeo deste post, elas podem contribuir para uma melhor organização ou a pior desorganização possível. Isso depende muito de você e da atenção dada ao Gerenciamento de objetos, além de seu conhecimento sobre a sua verdadeira missão (função) em seu CorelDraw.

5 - Camadas bem organizadas podem evitar o travamento de arquivos, evitar a desordem total de suas peças no projeto, trazer maior produtividade e acima de tudo, você irá se sentir orientado de forma espacial no documento.

As camadas, além das páginas, são o lado forte de um programa de edição, seja ele edição tridimensional ou bidimensional. São as "camadas" ou "layers" que nos orientam em relação aos outros objetos do documento. Sabem em que nível, acima, abaixo, entre duas ou em outra páginas é fundamental! 

Manter sempre uma boa ordenação, organização e controle sobre este setor, pode fazer a diferença entre um bom construtor e um nem tanto.

Dica: 6 - Seja perfeccionista, organizado, detalhista e não deixe de conferir, se realmente você fez o dever de casa. Conversões de Sombras, de transparências, eliminação de pontos em excesso e mais algumas que já falamos por aqui neste outro vídeo sobre Cartões Profissionais  

E os problemas com as Camadas? 

Sim as camadas também podem ser responsáveis por corromper o arquivo, mas neste caso é o construtor que fez com que elas causassem os erros. 

(Camada Principal com objetos desnecessários) Grupo com 73 Objetos.

Assim como neste caso de recuperação em que mostro onde estão os erros do Documento enviado pela leitora e seguidora: Ana Letícia de Natal - RN.  Outras pessoas cometem os mesmos erros, não por culpa delas, mas por conhecerem o CorelDraw a menos tempo que o necessário para compreender estes fatores e outros tão "cabeludos" quanto.

7 - Quem está começando agora, ou faz pouco tempo que ingressou nesta aventura chamada artes gráficas em CorelDraw, já pegou uma geração do CorelDraw cheio de aperfeiçoamentos, update's e melhorias que os usuários das versões mais antigas, nem perto chegaram, tanto que, para resolver e descobrir os erros, tinha que ser na unha, na marra mesmo, no famoso acerto e erro.

Não haviam muitos fóruns nem Blogs como o Corel na Veia, que é especializado em CorelDraw, além disso, a comunidade da Corel não era grande o quanto é hoje. O número de usuários da Corel que tinham internet aqui no Brasil era infinitamente menor. 

Isso nos empurrava para as bancas de jornais, livros e cds, coleções como Revista CD-ROM Fácil, Lançada pela Editora Europa havia mais de 14 anos, de Periodicidade mensal e não era baratinho não, em comparação com um lanche na época, por exemplo!
Preço de capa era de R$ 9,90. depois a revista virou Revista do DVD-ROM.

Todo isso para "obter", digo comprar as informações sobre o tema desejado ou sobre as novidades em TI do momento.

Claro que nas revistas da época não obtínhamos as soluções, apenas as novidades. As soluções eram encontradas no dia a dia, nos testes e mais testes e na curiosidade infinita deste que vos escreve...rsrsr.

Hoje vejo que ainda tem gente que reclama de um banner e outro nos sites ou de ter que compartilhar em uma rede social para ter acesso as informações e conteúdos variados, valiosos e de graça! Queria ver comprar coleções e mais coleções de revistas, cds e livros para ter o que todos têm gratuitamente hoje. Atualmente as informações estão na ponta do dedo, a um clique ou dois e em milhões ou bilhões de sites, blogs, vlogs, cursos online, canais no youtube, comunidades, redes sociais e fóruns. 

Fórum e blogs servem de seleiro para os pedidos, reclamações, dicas e sugestões dos usuários da Suite.
(img Google Beta a Internet no Passado nem tão distante)

Deixo aqui um apelo para esta galera que chegou agora. Vocês poderia, de alguma forma, ajudar mais estes espaços, pois assim como vocês, as próximas gerações poderão desfrutar das melhorias que vocês e os pioneiros sugeriram ou ajudaram a idealizar neste locais. Observe o quanto a Suite do CorelDraw melhorou nos últimos anos com a ajuda das comunidades, usuários e de blogueiros no nicho.

Aqui mesmo temos a coluna Dica do Leitor, onde podem participar os conhecedores de assuntos relacionados ao CorelDraw, macros ou CorelPhotoPait, além de temos relacionados as nossas atividades em Artes Gráficas

CorelDraw Lento oque é issoAntes da explosão digital, eu mesmo comprei muitas destas informações e deixei aqui no site registradas muitas das técnicas usadas para resolver problemas, como o de estilos de cores, lentidão nos arquivos, travamentos entre outras tantas dicas.

Grande parte descobertas por mim mesmo, como o  "Corel Draw Lento...O Que É Isso ?". O post mais plagiado do meu Blog. Além de outras informações compiladas de pessoas do fórum, sites especializados, revistas e a bendita pratica diária, que por sua vez, nos leva a outros caminhos dentro do programa. Como é o caso das macros, tema que exploro muito aqui e trabalho o máximo possível com elas.

Hoje temos muito menos chances de deixar um arquivo se corromper por problemas como Estilos de Cores e estilos de objetos, por exemplo, coisas que aconteciam com muito mais frequência no passado.

O CorelDraw evoluiu muito nos últimos 20 anos, possui uma infinidade de ferramentas e de efeitos que, a princípio nos deixam boquiabertos, e tão logo podemos, queremos usar o máximo de ferramentas e efeitos possíveis em um único trabalho (arquivo). 

Claro que usuários mais experientes são mais cautelosos quanto a efeitos sobrecarregados, mas quem está no seu início, tudo é uma aventura de aprendizagem, testes e encantamento, por tanto até aceitável. Com uma ressalva , um tando arriscado para a integridade dos arquivos.

A influência nas Criações com as Melhorias e Novidades do CorelDraw!

Lembro-me bem das "artes" feitas em 1993/94/95...99 por aí. Tenho umas 5 mil delas aqui guardadas em meu bando de arquivos em cdr. As texturas, preenchimentos de padrões, Preenchimento PS, cliparts, imagens de baixa resolução e splash eram usados em 90% das "artes" para cartões de visita. Diagramação, conversão de imagens e conversão de curvas, eram raridades em 100%. 
(Img banco de Arquivos Antigos e Corrompidos pelos efeitos e descuidos)  

8 - Extrusão, chanfradura, degradês e Sombras estavam presentes em 100% das artes e na grande maioria, os arquivos estavam do tamanho de um livro de 200 páginas lotado de estilos de cores, isso devido ao peso excessivo dos efeitos e estilos. 

E você acha que alguém ligava pra isso? Claro que não, as pessoas queriam usar ao máximo os recursos hipnóticos e inovadores do CorelDraw, e isso a cada versão nova só aumentava. Quanto mais ferramentas e efeitos o CorelDraw ia agregando em sua suite, isso tornava-se praticamente a tendência da construção das "artes" para aquele período. 

Confortante saber que isso não é um privilégio do CorelDraw, este fenômeno também aconteceu com o Flash, PhotoShop, Gimp, Word e outros. Assim que o word acrescentou os Desenhos Artísticos e outros tantos recursos, qual arquivo em .Doc que não tinha algum daqueles desenhos horrendos e pesados do word? E, sem falar nos cliparts com bugs e erros fatais para os arquivos cdr.

Haviam também muitos arquivos .WMF importados, e que ainda funcionam bem no CorelDraw até a versão atual.
(Criações do Word Ainda São Usadas por muitos)

O pior, é que alguns criadores da época, faziam as artes em word por falta de experiência em CorelDraw e importavam o arquivo .Doc, hoje o .Docx ou colavam o elemento para que nós, arte finalistas passássemos isso para .cdr e pdf, em CorelDraw para a finalização e impressão. 

É mole? Quer ou mais? Ai de você se não ficasse igual ao que ele ou o sobrinho dele fez no Word. Sabe de nada inocente!. Era igual ou perdeu o Cliente! rsrsrs

Continuemos com a peleia...

Importação, CTRL+ C , CTRL+V e Formatos "não nativos"!


9 - Dependendo do formato do arquivo, origem, versão , técnicas e efeitos usados naquela peça que você está copiando ou importando, muita coisa pode mudar em seu arquivo .cdr de base.

Basta este objeto ter alguma incompatibilidade e seu trabalho pode ir para o espaço, não abrir mais ou abrir em branco. Algo nada agradável para um trabalho, em muitas das vezes, árduo, grade e demorado.

- Formatos não nativos, como EPS, SVG, PSD, AI, também podem causar inúmeras dores de cabeça aos construtores de artes em CorelDraw. Dependendo da versão do programa de origem que criou a peça, você pode se deparar com erros bem grotescos, como nós abertos, degradês fatiados e soltos, quando não, milhares de partes em pequenas peças de bitmaps.

O "SVG" é um dos formatos que menos dá erros em arquivos .CDR, pois quando são importados, eles mantem as características igualmente a sua origem, sendo que sempre prejudicar o .CDR. Em alguns casos podem conter objetos bloqueados no máximo.

Os arquivos "AI" são os que, ao meu ver, mais complexos para o CorelDraw, causando alguns problemas de compatibilidade bem esdrúxulos e conhecidos de todos, como as malhas que as vezes chegam granuladas como no vídeo abaixo indicado, faltando partes da peça ou separadas em pequenas partes não aditáveis.

Dica: Recomendo assistirem ESTE VÍDEO - Como Converter EPS para CDR (CorelDraw) Sem Perdas.

Já o queridinho PSD, estes dependendo das camadas e da forma com que foram organizadas, também podem lhe deixar com a face vermelha. Já vi vários casos em que no fechamento do arquivo, partes da arte simplesmente desaparecem, quando elementos PSD mau acabados são inseridos, sem falar que não são arquivos vetorias.

Já o EPS, é muito relativo, depende tando de como foi feito o arquivo, assim como os PSDs. os EPSs são arquivos leves, mas não garantem uma importação 100% confiáveis, em muitos casos eles perdem efeitos, convertem efeitos para bitmaps, quando não abrem de forma alguma.

DWG e DXF, estes geralmente chegam com os trassados (linhas) abertas e raramente são problemáticos a menos que sejam exageradamente densos de objetos e de tamanhos gigantescos.

Dica: sempre verificar em visualização "Aramado Simples" para ter certeza de que os objetos contidos estão inteiros, com poucas peças separadas, em camadas adequadas e com a ferramenta forma verificar a quantidade de nós que os elementos possam ter.

10 - Aqui neste outro post Exclusivo e intitulado: Seu Corel Travou - Saiba Como Recuperar Seu Trabalho Antes de Fechar o Programa. Tem mais algumas dicas sobre possíveis travamentos e danos aos seus aquivos, vale a pena conferir também.

11 -  Assista ao vídeo abaixo antes de ler outros posts e confira as pendências do arquivo recuperado de nossa leitora e saiba como evitar tais problemas:

Eu espero ter ajudado tanto a Leitora que me enviou o arquivo corrompido, a Senhorita Ana Letícia e aos demais leitores e seguidores do nosso querido Blog.

Ps: Se tiver algum problema que queira relatar aqui, fique a vontade, conte-nos o seu caso e se puder lhe ajudar, pode contar comigo, se tiver como resolver será um prazer. 

Aguardo as reações de todos, indagações e é claro os compartilhamentos, afinal de contas a internet não é uma revista, sendo assim você pode dividir com todos.

Um forte abraço e até a proxima dica Corel na Veia

Postado por

Elieser da Silveira ou Léo, para os íntimos é o idealizador, redator, editor e um dos pioneiros no Brasil no uso e divulgação do Aplicativo de Design Gráfico CorelDraw. Usuário apaixonado desde a versão 2.1, dedica grande parte de seu tempo em compartilhar seu conhecimento e arquivos gráficos, através deste espaço. Design Gráfico, arte finalista, marido, pai e compartilhador do saber!

11 comentários:

  1. Só lembrando...

    Também é possível recuperar alguns arquivos exibindo arquivos ocultos... pois antes de salvar o arquivo o CorelDRAW faz uma cópia oculta do arquivo do último salvamento...

    Outro detalhe muito importante... as novas versões do CorelDRAW fazer um arquivo compactado... ou seja, um arquivo do tipo .rar... então para arquivos recentes com erros é possível algumas vezes abri-los pelo WinRAR e recuperar o arquivo interno... nativo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Felipe, são detalhes extremamente úteis sim. Obrigado por estar sempre agregando valor a nosso conteúdo.

      Por falar nisso, vou portar a respeito daquele seu problema aí com o CorelDraw X7. Estou vendo que aqui está diferente! Abração.

      Excluir
  2. Agradecendo aí a galera do COREL NA VEIA, pela recuperação de meu arquivo de erro do corel, enviado nestas semana, Agradeço e Recomendo!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Danpor deixar aqui seu comentário, foi um prazer poder ajudar e dado tudo ok. Sucesso sempre e pode contar conosco!

      Excluir
  3. Boa tarde Elieser. Peguei um vírus no pc que corrompeu todos os arquivos que tinha no hd. Tudo dá erro na hora de abrir. O vírus modificou alguma coisa nos arquivos que alterou até a data de modificação deles. A maioria tinha backup mas alguns não tinha. Já tentei de todas as formas, pesquisei e nada. Por favor me ajude, rs!!! Quando abro os arquivos direto do Corel dá erro de leitura E/S, quando abro do explorer abre um arquivo em branco.
    alipi.ap@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. olá! gostaria de pedir que se possivel me explicar e corrigir um problema q o meu corel x7 esta. Bom é o seguinte, algumas veses, quando faço uma arte principalmente desenho de logomarcas onde na maioria das veses salva as letras porem n salva o desenho. ou as veses so salva parte do desenho e isso é independente do tgipo d arquivo a ser salvo. se puder me ajudar, vou agradecer mto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso parece ser problema com a fixação das fonts do sistema, algo com as versões em Negrito e tal, o que pode ser feito para testar é usar um programa pra restaurar fontes do sistema e depois usar o Font Navigator pra criar uma biblioteca de fontes.

      desde já grato pela participação.

      Excluir
  5. Elieser, depois que uso o Ctrl+c e o Ctrl+v em qualquer arquivo do corel e salvo depois, quando vou abrir de volta ele está corrompido, testei com um outro arquivo que já não tinha importância caso acontecesse de corromper, e foi assim que descobri que o problema está no Ctrl+c e Ctrl+v, o que faço?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que versão? E se é original? ok. desde já grato!

      Excluir
  6. Cara eu trabalho numa empresa de comunicação e aqui está acontecendo dois erros pra lá de frequentes.o primeiro é que os meus arquivos aparecem miniatura, porém não consigo abrir eles, por exemplo clico neles e eles "abrem", porém, só consigo ver as barras de rolagem(horizontal e vertical) se mexendo e a tela fica do ultimo arquivo aberto(de outra aba) travada, se eu mexer demais nas barras ou dá um ctrl A, ctrl C pra jogar em outro arquivo o corel da erro e fecha na hora(parou de funcionar). aí eu importo o arquivo e vai de boa. o que nos leva ao problema numero 2: quando eu tento salvar por cima os arquivos que eu não conseguia abrir e eu importei, o arquivo original diz que está sendo utilizado por outro usuário e não consigo salvar, ae eu fico tipo "cartão.cdr" e na mesma pasta eu tenho que salvar "cartão1.cdr"

    se vcs poderem me ajudar agradeço muuuuito
    estou usando o corel x8 sem os dlls que travam a inicialização no pc do trabalho e no pessoal ainda estou com os dlls mas dá o mesmo erro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso só pode ser coisa de sistema, os registros devem estar em conflito, eu neste caso removeria minha instalação do CorelDRAW, limparia os registros do sistema e faria uma instalação limpa.

      Se for original é mais fácil disso ser corrigido, mas se não, tudo pode acontecer...é sempre assim quando se usa outro método de ativação de qualquer programa.

      O sistema Operacional também deve estar atualizado assim como o CorelDRAW e as bibliotecas todas instaladas corretamente.

      Não sei se está se referindo ao X7 ou X8, mas em ambos os casos é o mesmo processo pra tentar resolver.

      Desde já grato por participar.

      Excluir

Fique a vontade para Comentar:

Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

Leia as regras na Página Contato:
Aqui o espaço é meu, é seu, é nosso!!! Corel na Veia, sempre fazendo o melhor por você.

 

©Corel na Veia 15/10/2007/>2016 . All rights resevered. Designed by Templateism

Back To Top